sexta-feira, 20 de novembro de 2015

CULTURA NEGRA DO SERIDÓ




Parabéns amigo Ronaldo (Secretário Municipal de Educação de Cruzeta) e demais profissionais pelo brilhante trabalho sobre a Cultura Negra do Seridó.












ESTUDO E CONTRIBUIÇÕES DA BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR EM SANTO ANTÔNIO/RN


A definição de quais conteúdos ensinar e do que é desejado que os estudantes saibam é influenciada por diferentes referências. Buscando solucionar a questão, o Ministério da Educação (MEC) convocou pesquisadores, formadores de professores e representantes de associações como a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) e a Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação (Anped) e mais 37 Universidades brasileiras. O grupo se reuniu periodicamente para criar a base nacional comum dos currículos, um descritivo de conteúdos e saberes necessários para cada ano e segmento da Educação Básica.

Em Setembro de 2015 foi apresentado uma versão do documento preliminar na plataforma eletrônica. No final de Outubro foi apresentado aos secretários de Educação, que estão realizando momentos de socializações com os professores da sua rede para que seja discutido. 

O debate sobre um currículo nacional é antigo. De um lado, estão os defensores de referências que garantam ao alunado de qualquer cidade ser apresentado aos conteúdos essenciais ao desenvolvimento educacional do país - fundamental à equidade no ensino. Do outro, quem crê na impossibilidade da proposta, dadas as dimensões continentais do nosso território e sua variedade cultural. O argumento é facilmente derrubado, pois a ideia é que cada rede acrescente a ela pontos relacionados à realidade local. 

Com a base comum se cumprirá a meta 7 do Plano Nacional de Educação (PNE) - fomentar a qualidade da Educação Básica, do fluxo escolar e da aprendizagem. A lei determina que até junho de 2016 ela seja encaminhada ao Conselho Nacional de Educação (CNE). Os professores, segundo o MEC, poderão opinar por meio da plataforma digital, www.basenacionalcomum.mec.gov.br



ATIVIDADES DE ESTUDOS


05/10/2015: MOMENTO DE EXPLICAÇÃO E APRESENTAÇÃO DO QUE É A BNCC AOS DIRETORES E COORDENADORES DA REDE PÚBLICA E PRIVADA DO MUNICÍPIO.

10/11/2015: DIA"D"DA BASE: EXPLICAÇÃO E APRESENTAÇÃO DO QUE É A BNCC COM OS PROFESSORES.




SECRETÁRIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ANA LÍGIA FALANDO AOS COLEGAS PROFESSORES





DIAS: 12  a 13/11: Cadastro das escolas e dos professores na Plataforma Digital

DIAS: 16/11 a 10/12: momentos de leituras do documento preliminar em cada escola, discussões e contribuições no sistema da Plataforma da BNCC.

DIAS: 11 a 14/12: Sistematização das contribuições e entrega do relatório a equipe técnica da secretaria municipal de educação.

DIA 15/12/2015: Entrega do relatório geral a equipe de mobilização da BNCC na 3ª DIRED/]Nova Cruz/RN.























PARABÉNS AOS DIRETORES, COORDENADORES E PROFESSORES DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DE SANTO ANTÔNIO/RN COMO TAMBÉM AOS TÉCNICOS DA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ENGAJADOS NA ARTICULAÇÃO COM AS ESCOLAS E ORGANIZAÇÃO DAS REUNIÕES.

VOSSAS CONTRIBUIÇÕES SERÃO IMPORTANTES PARA A BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR.


quarta-feira, 3 de junho de 2015

A CONSTRUÇÃO DO PLANO ESTADUAL E DOS PLANOS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO NO RIO GRANDE DO NORTE.



O estado do Rio Grande do Norte encontra-se em fase de reestruturação e elaboração dos seus Planos de Educação (estadual e municipais), para tanto, foi criado uma Coordenação que foi efetivada mediante o regime de colaboração entre a Secretaria Estadual de Educação do RN, por meio da Coordenadoria de Articulação com os Sistemas de Ensino – COASE/RN, e a União dos Dirigentes Municipais de Educação do RN – UNDIME/RN. A finalidade dessa parceria é possibilitar ao estado e aos municípios do RN, a necessária orientação à adequação ou elaboração dos planos, incluindo: A estruturação da análise situacional da realidade educacional; Texto de Base: definição das metas e estratégias dos Planos Estadual e Municipal de Educação do RN; Projeto de Lei: a ser encaminhado para o respectivo Executivo e, posteriormente, ao Legislativo.
A assistência técnica para a adequação ou elaboração e o acompanhamento do plano estadual e municipais de educação se fez por meio de capacitações a fim de colaborar nas diversas fases do plano, que compreende a orientação na fase de elaboração, implementação e monitoramento das ações previstas do PEE e dos 167 (cento e sessenta e sete) PMEs do Estado do Rio Grande Norte, o qual foi dividido em 07 (sete) Pólos para facilitar o atendimento e monitoramento realizado pelos avaliadores técnicos (Pólo 1 – Natal; Pólo 2 – São Paulo do Potengi; Pólo 3 – Santa Cruz; Pólo 4 – Açu; Pólo 5 – Currais Novos; Pólo 6 – Mossoró; Pólo 7 – Pau dos Ferros).
Portanto, a assistência técnica tem como objetivo geral mobilizar e motivar lideranças políticas e gestores estaduais e municipais de educação para a adequação ou elaboração dos planos estaduais e municipais de educação, assegurando a participação popular e como objetivos específicos, orientar os gestores estaduais e municipais sobre o significado e a importância da adequação ou elaboração do PEE e do PME, em consonância com a Lei 13.005/2014; capacitar os representantes das comissões locais, gestores e técnicos da administração estadual e municipal; assegurar apoio técnico para a organização do trabalho das comissões locais na adequação ou elaboração do PEE e do PME; prestar assistência técnica para a elaboração da análise situacional dos Planos Estadual e Municipais do RN, a partir dos dados demográficos e educacionais do estado e dos municípios em relação às metas do PNE; apoiar as comissões locais na elaboração do projeto de lei dos Planos do Estado e Municípios do RN; elaborar os relatórios de assistência técnica e de avaliação do processo de adequação ou elaboração dos planos; fortalecer a colaboração entre MEC/SASE, FNDE/MEC, Governo Estadual e administrações municipais; colaborar com assessoramento técnico para que os municípios e o Estado elaborem os Planos Municipais e o Estadual de acordo com as reais necessidades postas nos Planos de Ações Articuladas (PAR) no que se refere à Gestão Educacional, Formação de Profissionais de Educação, Avaliação e Práticas Pedagógicas e Infraestrutura; acompanhar a adequação ou elaboração do PEE e dos PMEs; avaliar as ações do PEE e dos PMEs e realizar as devidas reorientações quando necessário.

Neste cenário, encontro-me desde o mês de Janeiro de 2015 como avaliadora técnica dos Planos Municipais de Educação do Pólo 5 (Currais Novos) SASE/DICOPE/MEC/UNDIME/RN, na construção dos Planos Municipais dos 24 (vinte e quatro) municípios que compõem o referido Pólo. Agradeço muito a Deus e a Edineide pela oportunidade que me foi oferecida, pois, é um trabalho de um conhecimento inexplicável, ninguém, tem ideia do que eu aprendi sobre a educação nesses últimos meses. Aprendizagens muito significativas sobre as Leis que garantem o Direito à Educação, bem como as Políticas Públicas destinadas ao cumprimento desse Direito.  
Durante as Conferências dos PMEs nos municípios os quais eu participei de uma forma mais direta, aprendi muito nas discussões, inclusive discussões de um nível altíssimo de conhecimentos aprofundados, desde a educação infantil ao Ensino Superior. 
Quero aqui parabenizar todos os Secretários Municipais de Educação e equipe da Comissão de Sistematização e Elaboração dos PMEs do Pólo 5, pelo compromisso, pelo conhecimento aprofundado em suas áreas temáticas e principalmente pela responsabilidade e prudência de elaborar um PME com metas e estratégias possíveis de se cumprir na vigência de 10 anos. 
Mas do que tudo tenho a obrigação de agradecer a todos que me convidaram para ser palestrante das Conferências, pelo apoio, pelo carinho, pelo respeito, por tudo que fizeram pela minha pessoa; a todos que atendiam as minhas mensagens de solicitações dos documentos; aos participantes das Conferências que muito contribuíram nas discussões; a todos os municípios do Pólo 5 que me deram a oportunidade de aprender tanto e de de conhecer a história de cada um deles. 
Agradeço ainda a toda Rede de Assistencia Técnica pelas novas amizades construídas e pela troca de experiências, anseios e desejos copartilhados, especialmente a Edineide e Vitória por toda a orientação, a "Ledinha" pelas primeiras orientações ainda quando eu não era avaliadora, Leda foi a minha base inicial. 
Agora é só esperar os municípios aprovarem seus Planos e colocá-los em prática, para que possamos ter ao menos a educação desejada, conforme tivemos a oportunidade de construí-la nesse momento ímpar da História educacional do País.



MUNICÌPIOS DO PÓLO 5

ACARI
BODÓ
CERRO CORÁ
CAICÓ
CURRAIS NOVOS
CRUZETA
CARNAÚBA DOS DANTAS
EQUADOR
FLORÂNIA
IPUEIRA
JARDIM DO SERIDÓ
JUCURUTU
JARDIM DE PIRANHAS
LAGOA NOVA
PARELHAS
OURO BRANCO
SERRA NEGRA DO NORTE
SANTANA DO SERIDÓ
SÃO JOÃO DO SABUGI
SÃO JOSÉ DO SERIDÓ
SÃO VICENTE
SÃO FERNANDO
TENENTE LAURENTINO
TIMBAÚBA DOS BATISTAS


A REDE DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA DA SASE/DICOPE/MEC/UNDIME-RN E CONSED/RN


EDINEIDE BATISTA - COORDENADORA ESTADUAL
VITÓRIA ROCHA - SUPERVISORA - UNDIME/RN
GLAUCIANE - SUPERVISORA - CONSED/RN

AVALIADORES TÉCNICOS - UNDIME/RN

LÊDA - AVALIADORA TÉCNICA - PÓLO 1(Natal)
SUELY - AVALIADORA TÉCNICA - PÓLO 4 (Açu)
IRANETE VIEGAS - AVALIADORA - PÓLO 5 (Currais Novos)
FÁDYLA KÉSSIA - PÓLO 6 (Mossoró)


AVALIADORES TÉCNICOS - CONSED/RN

ALAN - PÓLO 7 (Pau dos Ferros)
AMILKA - PÓLO 2 (São Paulo do Potengi)
ROSÂNGELA - PÓLO 3 (Santa Cruz)
 EQUIPE DE SÃO VICENTE, MINHA QUERIDA SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO NINA E SUAS TÉCNICAS.
COM DUAS PESSOAS MUITO ESPECIAIS - CLÁUDINHA (CURRAIS NOVOS) E VITÓRIA MINHA SUPERVISORA

COM MINHA QUERIDA SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO DE FLORÂNIA, JULINEIDE E SUA EQUIPE TÉCNICA
 COM AS SECRETÁRIAS DE EDUCAÇÃO DE PARELHAS E TIMBAUBA DOS BATISTAS (ILDELITA E FÁTIMA), E EQUIPE TÉCNICA.





 OS AVALIADORES TÉCNICOS RECEBENDO UMA HOMENAGEM DA COORDENADORA ESADUAL DOS PMES, EDINEIDE BATISTA
REDE DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA SASE/DICOPE/MEC/UNDIME-RN, COM A SENADORA DA EDUCAÇÃO FÁTIMA BEZERRA

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014



SEMINÁRIO DE ENCERRAMENTO DAS ATIVIDADES DO PNAIC - 11/12/2014

ORIENTADORA DE ESTUDO: PROFESSORA DALVA MARIA
COORDENADORA MUNICIPAL DO PNAIC: PROFESSORA ANALETE PAULINO


PARABÉNS AOS NOSSOS PROFESSORES ALFABETIZADORES POR TODO O TRABALHO DESENVOLVIDO DURANTE O ANO DE 2014.